Corrida em Altitude: Preparação e Adaptação

22 Fev 2024

Corrida em Altitude: Preparação e Adaptação

Tópicos do Artigo

22 Fev 2024

Corrida em altitude: preparação e adaptação. Olá Runner! A corrida em altitude tem se tornado uma prática popular entre atletas que procuram melhorar o desempenho e resistência. No entanto, correr em altitudes elevadas apresenta desafios únicos, devido à menor disponibilidade de oxigénio. Neste artigo, vamos explorar algumas estratégias eficazes de preparação e adaptação para corredores que desejam tirar o máximo proveito da corrida em altitude.

Compreender a Corrida em Altitude

Correr em altitude significa correr a mais de 2.400 metros acima do nível do mar, onde o ar é mais rarefeito e contém menos oxigénio. Este ambiente pode melhorar significativamente o desempenho aeróbico e a eficiência energética, mas requer um período de adaptação.

Benefícios da Corrida em Altitude:

Correr em altitudes elevadas oferece uma gama de benefícios fisiológicos e mentais, tornando-se uma prática valiosa para corredores de todos os níveis. De seguida vamos falar mais detalhadamente dos benefícios desta atividade:

1. Aumento da capacidade de transporte do oxigénio

A exposição à altitude aumenta a produção de glóbulos vermelhos pelo corpo, melhorando a capacidade do sangue em transportar oxigénio. Quando voltas ao nível do mar, este aumento da capacidade sanguínea pode melhorar significativamente o desempenho aeróbico, pois os músculos recebem mais oxigénio durante o exercício.

2. Eficiência energética melhorada

Correr em altitude obriga o corpo a adaptar-se à escassez de oxigénio, tornando-se mais eficiente na produção de energia. Este processo ajuda a melhorar a eficiência metabólica, o que significa que podes manter o mesmo nível de desempenho por mais tempo com menos esforço quando corres em altitudes mais baixas.

3. Fortalecimento mental e foco

Além dos benefícios físicos, a corrida em altitude apresenta desafios mentais que podem fortalecer a tua resiliência e capacidade de foco. A superação das dificuldades relacionadas com a altitude podem aumentar a confiança e melhorar a concentração, tanto durante a corrida quanto em outras áreas da vida.

4. Melhoria na recuperação muscular

Embora possa parecer contra-intuitivo, uma vez adaptado à altitude, o corpo pode experimentar uma recuperação muscular mais rápida. Isto deve-se à melhoria da circulação sanguínea e na eficiência do transporte de oxigénio, ajudando os músculos a recuperarem-se de uma forma mais eficaz após o exercício.

5. Adaptação ao stress

A corrida em altitude ensina o corpo a lidar melhor com o stress físico. Este tipo de treino pode ajudar a melhorar a resposta do corpo ao stress durante as corridas de longa distância, competições ou treinos intensivos, aumentando a capacidade de lidar com fadiga e desconforto.

6. Diversidade no treino

Correr em diferentes altitudes oferece uma mudança de cenário e adiciona diversidade ao teu regime de treino. Esta variação não só pode tornar o treino mais interessante e agradável, mas também desafia o corpo, contribuindo para um desenvolvimento atlético mais completo.

Preparação para a Corrida em Altitude

Antes de chegar:

  1. Treino Aeróbico de Base: Desenvolve uma sólida base aeróbica antes de subir à altitude. Treinos consistentes em plano irão preparar o teu corpo para a exigência adicional de correr com menos oxigénio.
  2. Hidratação: Aumenta a ingestão de líquidos antes de subir, pois a altitude pode causar desidratação mais rapidamente.
  3. Nutrição: Mantém uma dieta equilibrada rica em ferro e nutrientes essenciais para apoiar a produção de glóbulos vermelhos e a aumentar a energia muscular.

Ao chegar:

  1. Aclimatização: Dedica vários dias para aclimatizares-te ao ambiente antes de iniciares os treinos intensos. Começa com caminhadas leves e aumenta gradualmente a intensidade do exercício.
  2. Monitorização: Presta atenção aos sinais de mal-estar da altitude, como dores de cabeça, náuseas ou fadiga excessiva. Se os sintomas persistirem, desce para uma altitude mais baixa e procura orientação médica.

Adaptação à Altitude

Durante a estadia:

  1. Treinos Progressivos: Inicia com corridas curtas e de baixa intensidade, aumentando gradualmente a duração e a intensidade à medida que te sentes mais confortável.
  2. Recuperação: Dedica mais tempo à recuperação entre as sessões de treino, pois o corpo trabalha mais para se reparar em altitude.
  3. Hidratação e Nutrição: Continua a dar a importância devida à hidratação adequada e a uma dieta rica em nutrientes para suportar a recuperação e a energia.

Conclusão

A corrida em altitude pode ser uma experiência transformadora para corredores que desejam aumentar o desempenho. Com a preparação adequada, aclimatização cuidadosa e atenção à hidratação e nutrição, é possível adaptar-se com sucesso e aproveitar os benefícios que a altitude tem para oferecer. Lembra-te de ouvir o teu corpo e adaptar o teu treino conforme necessário, para garantires uma experiência segura e produtiva.

Consulta aqui o Guia de Preparação para a prova “Oh Meu Deus”

Aproveita os Saldos da ASICS e clica no banner

Artigos relacionados nesta categoria